democraciaAbierta

2016: Democracia, Aberta ao futuro. Carta do diretor

Não sabemos o que nos espera em 2016, mas queremos fazer que a DemocraciaAberta se converta num instrumento útil para globalizar um olhar critico sobre as nossas democracias. English. Español.

IMG-0249.JPG
Francesc Badia i Dalmases
30 December 2015
Demotix_0.jpg

Mobilização en Momntevideo. Junho 2015. Hugo Ortuño/Demotix. All rights reserved.

Querido leitor,

Ao finalizar este ano de 2015 queria agradecer o apoio constante que a DemocraciaAberta recebeu desde que em Junho publicou o seu primeiro artigo. A qualidade das nossas análises, ideias e propostas deve-se a este apoio fiel, sem o qual não existiríamos.

Nestes seis primeiros meses de vida publicámos mais de 150 artigos de outros tantos autores, todos eles em espanhol e inglês, muitos deles também em português. Além do Sul da Europa, cobrimos todo o continente Americano e contamos com leitores em todos e cada um dos seus países.

Fieis à nossa vocação de integrar a diversidade e a pluralidade de vozes latino-americanas e europeas, publicámos artigos de autores de reconhecido prestígio, académicos e políticos em ativo, juntamente com artigos de jovens recém-chegados, ativistas e membros de diferentes minorias, incluindo as comunidades indígenas.

Durante estes meses produziram-se crises e transformações importantes e viveram-se mudanças políticas que marcarão o futuro. As jovens democracias latino-americanas, apesar disso, demonstraram ser vibrantes e vigorosas. Procuraram na mobilização, participação e no ativismo a incidência política necessária para preservar o adquirido e continuar a avançar na direção da inovação, da inclusão e na exigência de mais e melhor democracia.

Os problemas são ainda profundos mas, desde a DemocraciaAberta constatámos como existe um nascente espaço público latino-americano onde é possível pensar e debater, defender os direitos e fazer avançar ideias. Os acontecimentos no Sul da Europa aportaram lições de regeneração democrática e marcaram também resistências e limites sobre os quais se deve refletir.

Não sabemos o que nos espera em 2016, mas queremos fazer que a DemocraciaAberta se converta num instrumento útil para globalizar um olhar critico sobre as nossas democracias. Contribuir para consolidá-las e projetá-las no futuro é a nossa missão. Contamos com todos.

 

Um abraço e um feliz ano 2016.

Francesc Badia i Dalmases

Diretor/DemocraciaAberta

Unete a nuestro boletín ¿Qué pasa con la democracia, la participación y derechos humanos en Latinoamérica? Entérate a través de nuestro boletín semanal. Suscríbeme al boletín.

Comentários

Aceitamos comentários, por favor consulte ás orientações para comentários de openDemocracy
Audio available Bookmark Check Language Close Comments Download Facebook Link Email Newsletter Newsletter Play Print Share Twitter Youtube Search Instagram WhatsApp yourData